28/12/2017

Começar um blog me ajudou a melhorar os meus aportes

Olá,

Final do ano é talvez a melhor época para refletir, gastar um tempo no passado, tentar aprender algumas lições e fazer um monte de planos para o proximo ano. É curioso porque iniciar este blog não estava nos meus planos que fiz no final de 2016, assim como as outras 80% das coisas que aconteceram este ano. Enfim, a vida acontece de formas improváveis.

Eu acompanho a blogosfera de finanças brasileira a bastante tempo, me divirto muito com as historias de todo mundo, cada um carregando o seu fardo mas todos com o mesmo objetivo incomum. Depois de algum tempo, eu senti vontade de iniciar um blog e compartilhar também com quem quiser ler a minha caminhada financeira. O curioso disto tudo é que depois que comecei a compartilhar me senti de uma forma positiva mais pressionado a ter um resultado melhor. Não consigo explicar ainda, mas é fácil encontrar justificativas confortantes quando so eu via na minha própria planilha que eu não aportei nada. Tudo mudou quando acesso meu blog e vejo publicamente aporte após aporte, crescimento após crescimento, e sinto cada vez mais motivado a melhorar este numero. Enfim, ter o comprometimento de fechar e publicar todo mês os meus resultados me deixou mais disciplinado e motivado, mesmo quando as coisas não estava muito bem.

Eu ainda sou bem crú neste assunto de blog e estou apenas no começo, mas estou gostando muito! E vocês veteranos da blogosfera, passaram por isto também?

Isso ai! Vamo que vamo que ainda tem muito chão pela frente!

8 comentários:

  1. A mesma coisa meu amigo. Parece que estamos prestando contas todo final do mês. Dá um grande medo de reportar para a galera que ficamos parados no tempo. kkkk. Por mais que isso pareça uma pressão enorme, na verdade é muito gostoso e saudável.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Senhor Bufunfa, é muito ruim escrever, prestar conta de uma coisa que poderíamos ter feito e não fizemos.

      Abs e sucesso!

      Excluir
  2. Tenho a mesma sensação sim RC.
    Aliás, falei sobre isso no post sobre as Metas 2018 lá no blog. Aquilo que mais lemos, buscamos informações, acaba por gerar em nós atitudes condizentes com o assunto. No caso, ser ativo na blogosfera nos faz sempre estar alerta na caminhada rumo à IF, aportando, poupando, etc.

    Também mencionei que ter pessoas acompanhando sua trajetória torna suas ações mais comprometidas.

    Ótima reflexão.

    Te adicionei ao blogroll. Fica com Deus e Feliz Ano Novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida ter pessoas acompanhando nos dá um sentimento de mais responsabilidade. E sim, esta sua óptica faz todo sentido, quanto mais inserido estamos no assunto, quanto mais gente no mesmo barco, mas força e comprometimento sentimos!!

      Abs e sucesso!

      Excluir
  3. Olá Classudo!
    Conheci a blogosfera de finanças este ano e logo me empolguei a criar o meu próprio para compartilhar experiências.
    De fato essa auditoria mensal nos deixa mais comprometidos e penso ser saudável.
    Também me esforço mais em justificar os meus passos e me comprometo mais em seguir a estratégia. Isso está sendo muito benéfico!
    Adicionei vc no blogroll. Se puder fazer o mesmo já agradeço!
    Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Janota, concordo com você, também vejo isto como uma forma saudável de aumentar o comprometimento e passar mais fácil pelas adversidades. A questão da estratégia é curioso né, porque é estranho prestar conta de um movimento estranho, ou alguma coisa muito fora da curva, isto nos deixa mais focados no perfil de investimento.

      Adicionado no blogroll!

      Abs e sucesso!

      Excluir
  4. Digo o mesmo, amigo! A prestação de contas mensais nos faz ficar mais alertas.

    Medir = melhorar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto ai, sempre alerta!! Rumo a IF! Se não me engano é o Peter Drucker que diz: "O que não é medido não pode ser melhorado"

      Abs e sucesso!

      Excluir

Fechamento - Maio/2018

Olá, Maio foi um mês confuso, não consegui manter o foco e muitas coisas ainda estão no ar. Maio serviu para botar muitas ideias na mesa, ...